PITTER LUCENA

Jornalista acreano radicado em Brasília

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil
PageRank

domingo, agosto 17, 2008

PODER INÚTIL

Não existe situação mais difícil que viver sendo um zero a esquerda. Isto é, na simples palavra, um inútil. Seja no trabalho, na relação amorosa, amizade, nada não funciona. Quando isso está lotado no trabalho é pior ainda. A pessoa não vive, sobrevive por alguma coisa. O salário é uma delas. Mas, nos homens de boa conduta, aliás, boa ética, tudo que acontece vai-se vivendo de acordo com o calendário. Nada é pior do que ser menosprezado, sem direito de, pelo menos, a suspeita de qualquer coisa.

A vida vai passando como as nuvens brancas, no começo. Depois as nebulosas e, mais adiante, as escuras. Quando alguém tem vida própria, sem medo da própria vida, as situações se transformam nas primeiras nuvens. Quando não, ou seja, alguém próximo de você tem problemas, as nuvens mudam de cor. Quando chegamos às negras, o mundo que já era pequeno, foi embora. Acabou. Acabou tudo, o respeito, a confiança, a dignidade, a maestria, o saber. Nada mais existe.

Costumo dizer que nada me abala, e, reafirmo, nada me abala. As grandes sensações de perigo que vivi nunca me acomodaram a ser diferente por viver sempre no limite dos sonhos que acredito e, por eles, vou morrer. Como também ver a vida passando sem nada fazer. O homem, segundo Platão, é a natureza racional, e, por conseqüência, na razão, realiza sua humanidade: o sumo bem, que é, ao mesmo tempo, felicidade e virtude.

A vida está repleta de coisas boas e ruins. Disso sabemos, sem piscar de olhos. O que sabemos é que o mundo está passando com muitos inúteis andando ao nosso redor sem tomar partido. Seja ele qual for, não importa, o importante é entender que somos úteis. Aliás, útil é a palavra chave para deixar de ser inútil.

Basta observar quantos inúteis existem neste mundo. Sejam eles bobos ou não, estudiosos ou não, ou simplesmente bobos. A vida nos ensina que os bobos são os bobos, outros “bobos” também são “bobos” e, por ai vai. O mundo está cheio de bobos. E, assim como os inúteis, o mundo também está cheio.

O não pensar é o primeiro caso do inútil, seja ele o chefe ou não. Pensar consigo mesmo é o lamentável fracasso do futuro. Tudo é infinito, nada é além de uma pedra no sapato. Essa pedra, imaginária, vai rodar o mundo e num dia qualquer se encontra com outra qualquer. Os homens do poder são, todos, porcarias, homens, nada mais, terra, nada mais. Tenho certeza, pensando nisso, que os homens, esses do poder, não passam de uma grande bosta.

Nada é mais repugnante do que o poder sem pensar na vida. A vida, essa pequena que temos, valiosa, os homens da gravata chutam ela. Somente o poder basta, outros acreditam que não são mais humanos, são deuses. Grandes idiotas. Nada mais que idiotas.

Enquanto a vida passa, vou vivendo com problemas com esses incautos do poder. Sabendo que nem Platão, Sócrates, Jesus Cristo e tantos outros conhecedores da situação humana, se hoje, vivos fossem, desconheceriam a verdade, apenas a verdade.
E tenho dito.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

FOTOS PITTER LUCENA